Políticas e ações institucionais garantem bom desempenho da UEG em 2018

14/01/2019

Consolidação foi a palavra da Universidade Estadual de Goiás em 2018. No ano passado, a Universidade concretizou a implantação de diversas políticas e ações institucionais planejadas nos últimos anos e concluiu importantes ciclos de investimento e desenvolvimento.

Na visão da pró-reitora de Graduação, professora Maria Olinda Barreto, a UEG vive há algum tempo uma fase de crescimento e é perceptível que algumas ações têm ganhado solidez. São exemplos disso o processo de formação dos professores da disciplina Direitos Humanos e Diversidade e o avanço no acompanhamento de alunos com deficiência. Hoje, a UEG conta com 51 profissionais de apoio.

Maria Olinda ainda menciona como progressos, a criação do Grupo de Estudo, Pesquisa e Acompanhamento de Currículo (Gepac) e a implantação da Matrícula Online. “Estamos num caminho de consolidação de políticas muito importantes para o ensino superior em Goiás, na perspectiva da inclusão, da diversidade e de um currículo flexível”, assegurou.


Novos cursos

Em 2018, a UEG ampliou a oferta de cursos de graduação e as oportunidades de acesso dos goianos ao ensino superior.

Os câmpus de Palmeiras de Goiás, Aparecida de Goiânia, Uruaçu, Morrinhos, Pires do Rio e Iporá passaram a ofertar o curso de Direito e o Câmpus Inhumas ganhou o curso de Psicologia. Já o Câmpus Itumbiara lançou o curso de Medicina, se tornando agora o principal polo de formação de profissionais da área de Saúde da Universidade, já que oferece as graduações de Enfermagem, Farmácia e Educação Física.

Além disso, o município de Valparaíso de Goiás recebeu o curso superior de Tecnologia em Logística na estrutura modular e o município de Bela Vista de Goiás foi atendido com o curso de Administração na estrutura “em rede”.

Os novos cursos são resultado de demandas qualificadas e amadurecidas ao longo do tempo e foram passos seguros dados pela gestão, rumo à consolidação definitiva da UEG.
Programa UEG em Rede

E por falar em possibilidades, a UEG implementou em 2018 um programa que expande a atuação da Universidade na Educação a Distância e, consequentemente, promove a universalização do ensino superior público em Goiás, o Programa UEG em Rede.

Já no primeiro processo seletivo do Programa, realizado em outubro, foram ofertadas 3.500 vagas para os cursos EaD de Bacharelado em Administração, Tecnologia em Gestão Pública e Pedagogia. Ao todo, 45 municípios goianos foram contemplados.

Com o Programa UEG em Rede e os novos cursos presenciais, a UEG ofertou um total de 8.606 vagas na graduação em 2018.

Faculdade do Esporte

2018 também foi um ano de marcantes mudanças na UEG, como a transferência, em junho, do Câmpus Goiânia Eseffego para o Centro de Excelência do Esporte Eurico Godói.

O câmpus também mudou de nome e passou a se chamar UEG Faculdade do Esporte Eseffego. O local reúne as potencialidades cientifico-tecnológicas e o legado da antiga Eseffego com a estrutura física de ponta do Centro de Excelência. No novo espaço, a UEG tem todas as condições para dar maior qualidade aos cursos, atividades e serviços já oferecidos e de desenvolver o projeto de formação de atletas profissionais em múltiplas modalidades esportivas. Este foi um outro passo decisivo no fortalecimento da UEG e para tornar Goiás um estado referência no esporte de alto rendimento.

Parcerias fechadas

Para impulsionar o crescimento e a qualidade, a UEG sempre busca parcerias com instituições conceituadas e em neste ano não foi diferente.

No mês de junho, foi assinado o Termo de Cooperação com a Agência Brasil Central (ABC) para o desenvolvimento conjunto de ações de comunicação. Ainda neste mês, a UEG renovou o convênio com o Canal Futura, o qual prevê o intercâmbio na área acadêmica e no compartilhamento de conteúdo científico, educativo e cultural. 

Já em agosto, a UEG firmou um Acordo de Cooperação com a Associação Comercial e Industrial de Anápolis (Acia) e com a Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg). A parceria promoverá a interação entre o setor produtivo e a academia e estimulará o desenvolvimento científico tecnológico, especialmente no contexto da implantação do Polo da Indústria de Defesa em Anápolis. Também em agosto foi assinado o convênio entre a UEG e o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA). O primeiro resultado do acordo é a oferta do curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Engenharia, Gestão e Tecnologias, cuja criação já está em andamento.

 

Investimentos

A consolidação do ciclo de investimentos, principalmente na qualificação da infraestrutura física da Universidade, foi uma marca do ano de 2018. 

São destaques as seguintes aplicações: R$ 2,5 milhões em insumos e equipamentos para manutenção dos 274 laboratórios da UEG; mais de R$ 1,25 milhão em melhorias nos 42 câmpus (ar condicionados, bebedouros e iluminação); quase R$ 500 mil em aquisições bibliográficas para as bibliotecas dos câmpus; cerca de R$ 2 milhões na continuidade da construção do Centro de Pesquisa e Pós-Graduação (CPPG) e do Centro de Pesquisa e Educação Científica (Cepec), ambos no Câmpus Anápolis de Ciências Exatas e Tecnológicas (CCET). 

Outro passo importante da Universidade foi a aquisição da Fazenda Patrimônio, que será incorporada ao Câmpus Ipameri, com investimento de R$ 4,5 milhões.

Muitos destes investimentos foram realizados a partir dos recursos do Termo de Ajuste de Gestão (TAG), que se encerra ao fim do ano. Foram disponibilizados R$ 16 milhões para aplicação em áreas estruturantes da Universidade, como a execução de obras e serviços de engenharia e a aquisição de materiais permanentes e equipamentos.

Qualificação de Gastos

Conforme o pró-reitor de Planejamento e Desenvolvimento Institucional (PrDI), Márcio Dourado, nesse ano também se implementou ações de otimização do gasto público. Um exemplo foi a mudança relativa à locação de veículos, que gerou uma economia de R$ 2 milhões por ano. Houve ainda a otimização dos espaços na Administração Central para acomodar alguns departamentos, eliminando gastos com aluguéis de prédios e pagamento de guardas externos. 

“Estamos fazendo uma política de requalificação dos gastos. Em 2018, olhamos com maior atenção para dentro da nossa estrutura e enxugamos para ganhar eficiência e otimizar o gasto dos cidadãos com seus tributos”, analisa Márcio Dourado.

 

Novo Portal Institucional

Em 2018, o site da UEG recebeu um upgrade para garantir melhor navegabilidade aos usuários. Todo reformulado, o Portal conta com um layout que valoriza a organização dos conteúdos e a facilidade de acesso.

Outra novidade do Portal é a ferramenta de acessibilidade Rybená, que traduz textos do português para voz e para a Lingua Brasileira de Sinais (Libras), auxiliando usuários cegos, surdos, idosos e disléxicos no acesso às informações publicadas. O novo Portal é resultado do trabalho da Gerência de Inovação Tecnológica (GIT), o Centro de Comunicação Institucional (CeCom), a Reitoria e às Pró-Reitorias.

UEG TV

Para consolidar de vez a comunicação institucional da Universidade, foi lançada, em outubro, durante o V Cepe, a UEG TV. A emissora está no ar pela web no endereço: www.tv.ueg.br.

 

(Adriana Rodrigues| CeCom)